Vivam os noivos!

Eu sou romântico, pronto! E se há coisa que espoleta imediatamente a minha costela de romântico impenitente é um casal de noivos, acabadinhos de dar o nó, empoleirados em rochedos ao pôr do sol da beira mar, à procura da melhor pose para a posteridade, que os filhos hão-de rever vezes sem conta.

Não sei quem são, mas faziam um lindo par: ela mais à vontade no glamour da situação e ele mais dado ao encanto inocente de quem não cabe no fato e não sabe muito bem onde colocar as mãos.

Eu que passava, despreocupado, fui tocado pela beleza e candura do casal muito belo, dentro da normalidade dos casais muito belos que são fotografados nos rochedos à beira mar. E enquanto a competente fotógrafa oficial pulava de rocha em rocha à procura daquele momento, daquela luz e daquela pose marcante, eu, paparazzo, roubei esta para mim, como quem vai à fruta à horta do vizinho.

É uma inspiração que nestes dias de incerteza, ainda haja quem mergulhe no futuro, de sorriso franco e aberto, temendo apenas que ele, o futuro, tarde.

Felicidades e muitos filhos que, como se sabe, são a alegria do lar.


Aloisio Nogueira

Génio em part-time. Nasceu em 1966 e está moderadamente contente com isso, embora os seus rendimentos sejam ridiculamente baixos. Part-time genius. Born in 1966, is mildly happy about that. Ridiculously small income, though.